Comerciárias unidas e mobilizadas

0
339

Num contexto de fortes ataques contra os direitos trabalhistas e previdenciários, que são duplamente nocivos às mulheres, nossa Federação realizou neste dia 21, a sétima edição do evento comemorativo ao 8 de Março, o “Mulher Valorizada, Comerciária Fortalecida”.

O encontro bateu recorde de participação ao reunir duas mil mulheres oriundas de toda a nossa base territorial. Obrigado a todos os Sindicatos Filiados que inscreveram suas comerciárias. Elas fizeram um grande evento! Por unanimidade, aprovaram dez Deliberações que vão dar as diretrizes de todas as nossas lutas femininas. Entre elas, destaco:

– Retirada imediata da PEC 287 (Reforma da Previdência) e do Projeto de Lei 6787 (Reforma Trabalhista) das pautas de votações do Congresso Nacional.

– Repúdio à proposta de terceirização ampliada da mão de obra, inclusive na atividade-fim.

– Promoção de campanhas de sindicalização em todo o Estado com o objetivo de aproximar, ainda mais, as trabalhadoras do Sindicato visando maior participação e conscientização sindical.

– Apoio à maior participação feminina na política e nas lideranças sindicais. (Confira as dez deliberações no www.fecomerciarios.org.br).

“Carta de Avaré”

A Comissão Organizadora, coordenada por Márcia Caldas, já deliberou pela formulação de um documento, intitulado “Carta de Avaré”. Esta “Carta” vai circular intensamente nas bases dos nossos 70 Sindicatos Filiados com a reafirmação das dez Deliberações como instrumento de luta na preservação de direitos, geração de empregos, salários e dignidade às comerciárias.

Como as Reformas da Previdência e Trabalhista, assim como a proposta de terceirização irrestrita da mão de obra prejudicam principalmente as mulheres, a “Carta de Avaré” também chegará às mãos dos deputados federais e senadores eleitos pelo Estado de São Paulo e em suas respectivas bases eleitorais.

Circulará, ainda, junto às direções da Confederação Nacional dos Trabalhadores no Comércio (CNTC) e União Geral dos Trabalhadores (UGT), entidades também presentes no evento, nas Prefeituras e nas Câmaras Municipais, onde nosso movimento político “Corrente Comerciária” elegeu importantes representantes nas eleições de outubro passado.

Entendemos que divulgar a “Carta” no Estado de São Paulo, em Brasília e nas redes sociais significa massificar e desmascarar as maldades constantes nas propostas regressivas do governo federal. Direitos não se tira, se amplia!

Luiz Carlos Motta

Presidente

Deixe uma resposta